“Para compreender como pensamos, devemos observar as mãos: como os dedos movem, como o polegar se opõe aos demais dedos, como a mão se abre em palma e fecha em punho e como a mão direita espelha a esquerda.”
[FLUSSER, 2014, p.82]

“As mãos nuas, quando movem no mundo, não encontram apenas objetos. Encontram também outras mãos que movem. E ao encontrarem outras mãos, se reconhecem nelas. O gesto do encontro de mãos é inteiramente diferente do gesto do trabalho.”
[FLUSSER, 2014, p.94]

Vilém Flusser, Gestos︎︎
︎ "Hands of Bresson"- Kogonada para Criterion Collection